sábado, 30 de agosto de 2008

A SEDUÇÃO DAS DROGAS (subsidio da lição 9)

A palavra “droga” vem da palavra francesa “drogue”, que significa seca, alguma coisa seca. O conceito mais comum que é usado para se referir a uma droga, estupefaciente ou entorpecente é “toda substância que provoca alterações psico-químicas no organismo, ou seja, alterações nos sentidos e no funcionamento do organismo”.

É importante notar que a palavra “droga” pode ter vários sentidos, não se restringindo apenas ao fato de ser algo ilegal e prejudicial à saúde. Vários medicamentos que tem a função de combater enfermidades específicas, como a aspirina, por exemplo, podem ser considerados como drogas, porém usadas para fins medicinais.

As drogas podem ser classificadas em três tipos: depressoras, alucinógenas e estimulantes. As depressoras alteram o processamento de captação das informações pelo cérebro, dificultando e atrasando esse mecanismo, temos como exemplo o álcool, ópio, morfina. As alucinógenas tendem a despersonalizar os usuários, como a maconha, LSD, heroína, etc. As estimulantes provocam o aumento do processamento cerebral, resultando em situações de êxtase e grande agitação, como a cocaína, crack, ecstasy, anfetaminas, cafeína, etc.

Embora algumas drogas sejam lícitas, tais como as bebidas alcoólicas e o cigarro( o maior problema da saúde pública), são aceitas no âmbito da lei, provocam os mesmos danos na saúde das pessoas, além de gerarem o vício de seus usuários, agindo da mesma forma que as drogas ilícitas. Entre os principais motivos que levam uma pessoa ao uso de drogas estão a influência de amigos, problemas familiares, desejo de fuga, curiosidade, busca por situações prazerosas, dependência, etc.
As drogas tem sido um dos maiores males do nosso século e um dos négocios mais lucrativos para os criminosos. estima-se que na década 90, 227 milhões de pessoas eram dependentes de sedativos, 141 milhões dependentes de maconha e 38, milhões de cocaina e heroina .
ABC das substâncias


Maconha
O que é: substância alucinógena cujo princípio ativo (THC) é obtido a partir de uma planta conhecida como Cannabis Sativa.
Status: droga ilícita
Forma: cigarros feitos com as folhas e brotos, secos e picados, da planta
Efeitos procurados: sensação de bem-estar, relaxamento, aumento da percepção das imagens e cores Efeitos colaterais: boca seca, diminuição da coordenação motora, prejuízo da atenção e concentração, aumento de apetite, crises de ansiedade
Alterações de comportamento: variação de humor, lentificação do raciocínio
Riscos: maior risco de acidentes pela piora da atenção, quadros agudos de ansiedade e paranóia
Uso prolongado: pessoa pode ficar mais lenta, desmotivada e deprimida, com piora da memória. Também há maior risco de infertilidade e câncer de pulmão. É uma droga que circula em todas as posições sociais. O ex-Presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, em 1992, durante sua campanha eleitoral, ao ser inquirido se havia fumado maconha na juventude, ele gaguejou e disse: "É fumei, mas só uma ou duas vezes, mas não traguei".

Cocaína
O que é: substância estimulante feita a partir de uma planta conhecida como coca e, modificada em laboratório
Status: droga ilícita
Forma: pó que é aspirado ou injetado (dissolvido em água), pedra (crack) ou pasta (merla), que é fumada em "cachimbos".
Efeitos procurados: prazer, euforia, energia, diminuição do cansaço.
Efeitos colaterais: aceleração dos batimentos do coração, aumento da temperatura, crises de ansiedade
Alterações de comportamento: agressividade, delírios, irritação, depressão
Riscos: Desejo de repetir o uso para obter os efeitos desejados, com aumento de doses para se chegar a efeitos ainda mais intensos. Risco de overdose com convulsão e parada cardíaca
Uso prolongado: dependência, agressividade, problemas cardíacos, alteração em sistema nervoso, sangramento nasal.Cheirada, inalada ou fumada leva os seus usuários a fantasias de força, poder, beleza e sedução.

Anfetaminas
O que são: drogas sintéticas, estimulantes do sistema nervoso
Status: remédios de uso médico (por exemplo, para emagrecimento) que passam a ser usados de modo inadequado.
Forma: comprimidos
Efeitos procurados: redução de sono e apetite, aceleração do raciocínio, euforia, maior resistência ao cansaço
Efeitos colaterais: aceleração de batimentos cardíacos, irritação, ansiedade, insônia, impulsividade
Alteração de comportamento: depressão
Riscos para saúde: vconvulsão, infarto
Uso prolongado: risco de dependência

LSD (ácido lisérgico)
O que é: droga sintética, alucinógena
Status: droga ilícita
Forma: cartela em que é pingada uma gota do ácido. A cartela é colocada sob a língua
Efeito procurado: Aceleração do pensamento, alucinações visuais, auditivas e táteis
Efeitos colaterais: ansiedade, quadros paranóides (viagens de horror ou "bad trips"), transpiração excessiva, aceleração de batimentos cardíacos
Alterações de comportamento: instabilidade de humor, flash backs (volta das sensações experimentadas, em geral ruins, mesmo não tendo consumido a droga)
Riscos: "badtrips", desencadeamento de quadros psicóticos ou ainda indução de comportamentos de risco por conta da interpretação errada da realidade

Ecstasy
O que é: droga sintética, um derivado de anfetamina (MDMA), estimulante do sistema nervoso central, com um componente alucinógeno.
Status: droga ilícita
Forma: comprimido ingerido por via oral
Efeito procurado: euforia, maior energia, bem-estar, aumento da sensibilidade corporal, aumento do desejo sexual
Efeitos indesejados: boca seca, náusea, sudorese, aumento da freqüência cardíaca e da pressão arterial e hipertermia (aumento da temperatura do corpo), exaustão.
Alterações de comportamento: depois dos efeitos, pode haver sensação de depressão Riscos: morte por hipertermia e desidratação
Uso prolongado: tóxico para o sistema nervoso central.

Ice
O que é: droga sintética, uma anfetamina modificada, potente estimulante do sistema nervoso central.
Status: droga ilegal
Forma: pó branco ou cristal que lembra gelo. Pode ser fumada, cheirada, injetada e engolida.
Efeito procurado: euforia, aumento de energia, raciocínio mais rápido
Efeitos colaterais: aumento de batimentos cardíacos, pressão sanguínea e temperatura do corpo. Tremores, insônia e perda de apetite.
Alterações de comportamento: sintomas depressivos, paranóia e comportamento violento.
Riscos: convulsões, coma, derrame e morte súbita.
Uso prolongado: altas doses produzem uma severa depressão.

Quetamina (Special-K)
O que é: droga sintética, depressora do sistema nervoso central, com efeitos levemente alucinógenos
Status: anestésico de uso humano ou veterinário, que é usado de forma indevida
Forma: líquido, armazenado em ampolas ou um pó branco que pode ser aspirado ou misturado com tabaco ou maconha.
Efeito procurado: euforia, alucinações
Efeitos colaterais: náusea, vômitos, sedação leve, perda de coordenação motora
Alterações de comportamento: pensamentos fantasiosos, com caráter de sonho, alterações do humor, depressão, ansiedade, paranóia, flash backs (volta das sensações experimentadas, em geral ruins, mesmo não tendo consumido a droga)
Riscos: convulsão e morte. Sedação pode expor a riscos.
Uso prolongado: risco de dependência, prejuízo de memória

GHB (Gamahidroxibutirato)
O que é: droga sintética, depressora do sistema nervoso central, também chamda de ecstasy líquido
Status: ilícita
Forma: líquido ou um sal, normalmente diluído em água, com efeitos semelhantes aos do álcool.
Efeitos procurados: euforia, sensação de energia, desinibição
Efeitos indesejados: tontura, incoordenação motora, náusea, vômitos e rebaixamento do nível de consciência.
Riscos: mesmo pequenas dosagens podem causar intoxicações intensas, com risco de coma. Dosagens mais elevadas podem ser fatais. Combinação com álcool é extremamente perigosa. Tem sido descrito seu uso para cometer violência sexual e estupros.
Uso prolongado: risco de dependência

Inalantes
O que são: depressores do sistema nervoso central (os mais comuns são clorofórmio, éter, e tolueno)
Status: ilícitas ou de uso indevido (no caso de produtos comerciais que contém solventes)
Forma: líquidos que evaporam e são inalados (sprays, panos embebidos, frascos). Estão presentes em esmalte de unha, cola de sapateiro, removedores de tinta, lança-perfume, cheirinho-da-loló, acetona, benzina etc
Efeitos procurados: euforia, excitação, relaxamento, bem-estar
Efeitos colaterais: tontura, alterações da percepção de tempo e espaço, náusea, vômitos, lapsos de memória, alucinações
Alterações comportamento: variação do humor, indo de risos imotivados e euforia até medo, tristeza e pânico.
Riscos: convulsões, ataque cardíaco e convulsões. O contato com o líquido pode causar queimaduras na pele e no interior dos órgãos (boca, língua, traquéia)
Uso prolongado: risco de lesões permanentes para o cérebro, com apatia, dificuldade de concentração e déficit de memória

Efedrina
O que é: droga sintética, estimulante com efeitos similares aos da anfetamina.
Status: uso indevido
Forma: cápsula, comprimido ou em suplementos alimentares
Efeito procurado: maior energia, euforia, maior disposição para treinos
Efeitos colaterais: taquicardia, elevação da pressão arterial, ansiedade
Alteração de comportamento: irritação, depressão
Riscos: convulsão e infarto

Anabolizante
O que é: versão sintética do hormônio masculino testosterona
Status: droga lícita para uso médico, que passa a ser usada de forma inadequada
Forma: comprimidos ou ampolas para aplicação intra-muscular
Efeito procurado: aumento de massa muscular e possível aumento da resistência física e força.
Efeitos colaterais: ganho de peso, aumento da pressão, insônia, acne, calvície prematura, redução do tamanho dos testículos, voz mais grossa, aumento de pêlos etc
Alterações de comportamento: irritabilidade e agressividade
Riscos: sobrecarga para o coração, infartos
Uso prolongado: infertilidade, câncer de fígado

Poppers ("gás hilariante")
O que é: droga sintética, depressor do sistema nervoso central, com algum efeito alucinógeno.
Status: droga ilícita
Forma: os nitratos (óxido nitroso) são gases inalados
Efeito procurado: euforia, sedação leve e aumento do prazer sexual.
Efeitos colaterais: náusea, vertigem, dores de cabeça, irritação das vias respiratórias e distúrbios da visão
Riscos: maior risco de sexo sem proteção, acidentes durante o consumo, sufocação e coma.
Uso prolongado: risco de uso compulsivo, prejuízo do sistema imunológico (de defesa).
Entre os sinais que indentificam as pessoas usuárias de drogas estão: mudança brusca de comportamento, irritabilidade sem motivo aparente, inquietação motora, depressão, queda no rendimento escolar, isolamento, mudançade hábitos,olhos avermelhados, troca do dia pra noite, más companhias e desaparecimentos de objetos de valor, além da existencia de seringas, cigarros ou comprimidos estranhos entre os pertences destas pessoas.Em recursos financeiros, as estimativas são que:
a) O comércio ilegual de drogas envolve no mundo todo 400 bilhões de dólares por ano, segundo a ONU;
b) O abuso de drogas custa aos EUA mais de 80 blhões anuais;
c) Os numero policiais indicam que o consumo de cocaína no mundo chaga a 6 bilhões de papelotes, o que renderia ao narcotráfico cerca de 120 bilhões ;
d) Dos processos criminais em andamento no Rio de Janeiro em 1999, 26,6% eram ligados ao tráfico e ao uso de entorprcentes ;
e) 6 bilhões de papelotes de cocaína são consumidos por ano no mundo, rendendo aos traficantes US$ 120 bilhões
Esse é um problema que envolve toda sociedade, pois há dependentes químicos em todas esferas sociais. O crack, por exemplo, é resultante da mistura de cocaína, bicarbonato de sódio ou amônia e agua destilada, transformados em grãos que são fumados em cachimbos. As pedras, quando acesas, liberam vapores de cocaína. É estimulante e causa modificaçõess sobre o Sistema Nervoso Central e cardíaco, e suas consequencias podem se tornar irreversíveis.

Nossa sociedade é bem mais informada em relação a esse assunto ,mas o que faz com que as pessoas usem entorprcentes, mesmo sabendo dos riscos criminais, da saúde, psicológicos e sociais?Utilizam drogas como um símbolo de independência, para fugir dos problemas que podem estar passando, para se tornarem pessoas desinibidas e para não serem considerados fracos pelos que cercam.
O tratamento para os usuários de drogas deve ser acompnhado pelos familiares, o que torna para todos um grande desafio, visto que muitos pais deixam seus filhos à própria sorte quando descobrem que estes são dependentes . O paciente precisa querer largar o vício, vislumbrar seu retorno a sociedade e à familia, e o tratamento, pois a ultilização de entorpecentes costuma modificar de forma significativa algumas funções cerebrais.
A igreja tem conseguido, por meio da pregação do Evangelho, oração e trabalho social, auxiliar pessoas a, em nome de Cristo, largarem as drogas e terem uma nova vida com Deus e dentro da sociedade.

Fonte de pesquisa
Luiz Maia - O jovem e seus relacionamentos, Burns.J. Uma palavra sobre sexo, drogas & Rock'n' roll. Rj CPAD 1997, Ensinador Cristão nº 35 pg. 40, CPAD, David Willkerson - O Jovem e seus assuntos Editora Vida

3 comentários:

  1. PAZ DO SENHOR



    Caro irmão Rinaldo. É com muita satisfação que escrevo este comentário sobre SEDUÇÃO DAS DROGAS.

    Todo vício é pecado, e todo vício é destrutivo, seja o vício das drogas, seja o vício do álcool, ou outros vícios. As drogas apresentam vários perigos para a vida corporal e muito mais para a vida espiritual. Para que se drogar? Para esquecer do passado, para esquecer dos problemas, o momento eles são esquecidos, mas depois que o corpo volta ao normal, depois que sai o efeito das drogas, tudo volta com mais problemas ainda, “Para quem são os ais? Para quem, os pesares? Para quem, as pelejas? Para quem, as queixas? Para quem, as feridas sem causa? E para quem, os olhos vermelhados?” (Pv. c. 25, v. 29).

    Pra que envenenar o seu corpo se as drogas não dão nenhum a solução, não resolve nenhum dos seus problemas, ao contrário, traz mais problemas e preocupações. DEUS não fez o seu corpo para ser envenenado, para ser drogado, e sim para ser “templo do Espírito Santo” (I Co. c. 6, v. 19). Porque o corpo que você usa, ele não é seu, ele é de DEUS (I Co. c. 6, v. 20). Você está passando um tempo com o corpo, mas ele não é seu. Porque DEUS o comprou por bom preço. Tudo que há pertence a DEUS.

    As pessoas que buscam as drogas não há nelas sabedoria, porque as drogas só trazem contenda e destruição. Todavia, para todos os vícios e problemas existe uma solução, existe Um que pode resolver tudo. Esse Um, é JESUS, que é a verdade e a vida. Porque “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” ( Jô. C. 8, v. 32). O Filho de DEUS pode te libertar, basta crer e lutar, “se pois o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” (Jô. C. 8, v. 35).

    Creia e verás a glória de DEUS.


    Em CRISTO, filho de DEUS PAI.

    Marcelo Vieira.

    ResponderExcluir
  2. Graça e paz,
    Caro irmão Marcelo agradeço muito pelo seu comentário de tão grande incentivo, que Deus continue lhe abençoando este espaço também é seu

    Grato
    Dc. José Rinaldo de Santana

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo seu Blog, ele é excelente e de grande ajuda a todos nós que desfrutamos de tudo que você tem postado.
    fica com Deus!!!
    Seminario Internacional Teologico de São Paulo

    ResponderExcluir

Caro Visitante, seu comentário será apreciado e sua opinião respeitada, no entanto, este blog se reserva o direito de não publicá-la, caso a considere difamatória ou ofensiva.